Hábitos mal vistos no ambiente de trabalho podem prejudicar toda a trajetória de carreira de um profissional.

atitudes

O ano de 2017 já se aproxima do fim, mas ainda há tempo para corrigir alguns comportamentos nocivos que jogam contra nós em qualquer ambiente, especialmente no ambiente trabalho. Existem, por exemplo, alguns hábitos muito comuns que podem ser enquadrados no rol de atitudes que “pegam mal”.

Com auxílio de profissionais de recursos humanos e outras áreas corporativas, o site Business Insider separou uma lista de 11 atitudes comuns em 2017, mas que não deveriam atravessar para 2018. Confira:

1. Reclamações excessivas
Existem executivos que pregam a demissão imediata de profissionais que reclamam demais, por considerarem este um comportamento tóxico no ambiente de trabalho.

2. Fofoca
Os profissionais sugerem que, quando algum colega tentar fofocar, o ideal é responder em monossílabos e seguir com seu trabalho.

3. Críticas grosseiras
Feedbacks são necessários, mas vale medir o tom quando for comentar o trabalho de um colega ou subordinado para que a crítica seja construtiva, e não ofensiva.

4. Autocrítica excessiva
Todos cometem erros. Quando algo não sair conforme o planejado, não passe o restante dos dias sentindo-se um péssimo profissional: assuma a responsabilidade e siga em frente.

5. Mau humor
Eventualmente, comentários descontraídos são importantes para manter a saúde no trabalho. Quebre a tensão.

6. Estagnação
Trabalho não deve ser algo entediante. Tente algo diferente e construtivo para o próximo ano.

7. Isolamento
Ter uma boa rede de contatos profissionais é cada vez mais importante. Ficar oito horas por dia dentro de uma bolha é prejudicial profissional e pessoalmente.

8. Silêncio
Use sua voz: participar ativamente de reuniões é contribuir para o crescimento da empresa e, consequentemente, da sua carreira. Para isso, escolha assuntos que são do seu interesse e pesquise

9. “Contribuições” desnecessárias
Ao mesmo tempo, se policie para não fugir do assunto. Reuniões normalmente têm hora para acabar, e não é agradável perder tempo escutando falas que não agregam em nada.

10. Brigas
Colegas de trabalho normalmente não têm motivos para perdoarem desafetos no ambiente profissional. Tente sempre manter uma relação saudável com as pessoas ao redor.

11. Perda de tempo nas redes sociais
Horário de trabalho pode ser um conceito ultrapassado, mas passar o expediente no Facebook e no Instagram não é um hábito aceitável. Segure o ímpeto de ficar horas nas redes sociais para não sofrer consequências no futuro.

Fonte: Gazeta do Povo