(54) 9 9685-7950 [email protected]
vida-zen


Os fundamentos para uma vida zen são princípios para uma vida consciente, simples e livre do excesso de preocupações muitas vezes desnecessárias.

Tendo como base alguns preceitos dos monges, que valorizam a paz e clareza para ver a realidade de forma consciente. Basicamente se livrar de excessos e irrelevâncias, focar em hábitos que auxiliem a encontrar paz interior e expansão da consciência.

7 Dicas para uma Vida Zen

Os mandamentos da vida zen são conceitos profundos, realizamos a condensação de diretrizes de forma sucinta, com as devidas adaptações, sintetizados nas 7 dicas para uma vida zen:

1 – Focar em apenas uma atividade de forma isolada

Na atualidade é quase impossível fazer uma única coisa de forma isolada, ser multitarefa é um “mantra” para produtividade nas rotinas diárias.

O ato de executar uma tarefa, pensando em outra já caracteriza divisão do foco, neste caso serão duas atividades simultâneas. Outro bom exemplo de multitarefa é realizar as refeições enquanto negocia, dentre tantos outros que fazemos diariamente.

Ser sempre multitarefas leva a um estado de estresse, que a longo prazo pode destruir os nervos. O ideal seria focar em apenas uma atividade, até sua conclusão, para harmonizar nosso espírito.

2 – Ritmo de execução das atividades

A escassez de tempo nos leva a executar todas as tarefas na “velocidade máxima”. Principalmente no âmbito profissional isso é considerado agilidade e maior capacidade de produção, porém levamos isso também para nossa vida pessoal, o que pode se tornar muito prejudicial.

Dentre os mandamentos zen está a realização de tarefas lentamente, o que não é nada fácil nos dias de hoje, requer concentração e confere melhores resultados.

3 – Finalizar tarefas

Não é preciso dizer que muitas das tarefas simultâneas ficaram inacabadas, a procrastinação de algumas será até mesmo indefinida. Daí surge aquela “sensação” da escassez de tempo.

A procrastinação de tarefas leva a um estado de ansiedade e angústia constantes. Sabe aquela sensação de que sua vida está “passando por você” como se fosse um telespectador? É resultado de atenção dispersa e superficial, causados pela sobrecarga emocional.

4 – Intervalo entre as tarefas

Não somos máquinas, como seres humanos precisamos de descanso. A execução simultânea, sequencial e ininterrupta das tarefas pode levar a exaustão.

Na filosofia zen realizar intervalos entre as tarefas é fundamental, tendo como objetivo a ordem. O intervalo desconecta a mente de uma tarefa, para então iniciar a próxima.

5 – Estabelecer rotinas

Estabelecer rotinas, ou rituais diários, auxiliam a mente e o espírito na execução da ação.

Incorporar a filosofia zen inclui rituais próprios, que nada mais são do que hábitos diários, pertencentes a uma rotina pré-estabelecida. Trata-se de uma preparação para vivenciar em plenitude, devendo ser aplicada também a ações não triviais.

6 – Retire atividades de sua agenda

Ledo engano achar que uma agenda cheia de atividades irá fazer “aproveitar” melhor seu tempo. Assim como mensurar resultados com base em quantidade e não em qualidade.

A sobrecarga de atividades gera angústia, os mestres zen nos aconselham a purificar nosso tempo. Elimine a quantidade humanamente excedente de tarefas, de forma que consiga cumprir os compromissos.

Não se esqueça de incluir em sua agenda os intervalos entre as tarefas. Separar e dar mais espaço aos demais aspectos de sua vida, além do âmbito profissional.

7 – Gentileza e prestatividade

Não estamos falando de uma “máscara” da sociedade moderna. Sorrir de forma sincera e ser gentil com o próximo de forma desinteressada, gera reciprocidade.

Ser gentil e prestativo traz a vivência de forma mais positiva, contribuindo para melhor qualidade de vida própria e dos demais ao entorno.

Vivencie as 7 Dicas para uma Vida Zen

O intuito das 7 dicas para uma vida zen é oferecer opções práticas para melhor a qualidade de vida.

Que tal colocar em prática e vivenciar uma vida zen?

Fonte: Ser em Movimento

 

Últimas Postagens

Quem Precisa Passar por Um Processo de Coaching?

Quem Precisa Passar por Um Processo de Coaching?

Querer atingir o pódio mais alto do sucesso pessoal e profissional todo mundo quer, mas nem todos conseguem. E isso acontece a vários fatores. É aí que o processo de Coaching pode ajudar e muito a pessoa a melhorar seus resultados. Em primeiro lugar é preciso entender...

Accessibility

Pin It on Pinterest

× Posso ajudar?