Como a meditação pode melhorar a sua vida?

Meditação

Existem mais de 3.000 estudos científicos sobre os benefícios da meditação. Muitos deles indicam que meditar até 20 minutos por dia durante algumas semanas já é o suficiente para conseguir sentir os efeitos.

Mas quais são esses benefícios? O que ganho incluindo a meditação em minha rotina?

Diminui os níveis de ansiedade

A ansiedade é um estado cognitivo ligado a incapacidade de regular emoções. Pesquisas mostram que uma prática de meditação consistente reprograma os caminhos neurais no cérebro e assim melhora a nossa capacidade de regular as emoções.

Vale lembrar que existe os sentimentos de ansiedade e o transtorno de ansiedade. A diferença é que diante de uma situação de muita expectativa ou de aparente desafio ou conflito as nossas glândulas suprarrenais começam a trabalhar nos preparando para o momento. Daí experimentamos suor nas palmas das mãos, palpitações cardíacas, dores de cabeça, aperto no peito, dor de estômago entre outros.

Porém, a ansiedade torna-se um transtorno quando toda essa tensão, medo ou preocupação não diminui quando termina a situação que os despertaram, podendo ainda avançar para sensação de morte iminente, catastrofização e, em certos casos, pânico.

A meditação age nos ajudando a reconhecer quais são os pensamentos que despertam a ansiedade. Nos ajuda a conhecê-los e a deixar-los ir. Assim, aprendemos a substituir pensamentos que nos trazem desconforto por pensamentos mais saudáveis. Dessa forma, nos tornamos capazes de gradualmente mudar a nossa relação com a ansiedade.

Estudos envolvendo exames de ressonância magnética mostram que a amígdala (que são dois núcleos localizados dentro do sistema límbico do cérebro, que governam nossos sentidos, memórias, decisões e estado de ânimo) encolhe em resposta à prática de meditação. A medida em que a amígdala diminui de tamanho, o córtex pré-frontal – área do cérebro que governa a nossa consciência – se torna mais espesso. Ao meditar, podemos aumentar a nossa capacidade de gerenciar a ansiedade. Quanto mais praticamos essa habilidade, mais construímos resiliência mental.

Ajuda a dormir melhor

Cientificamente falando, a meditação ajuda a diminuir a frequência cardíaca, ativando o sistema nervoso parassimpático e estimulando a respiração mais lenta, aumentando assim a perspectiva de uma noite de sono de qualidade.

A meditação ajuda a criar as condições internas necessárias para uma noite verdadeiramente tranquila. Porque quando acalmamos a mente, conseguimos relaxar também o nosso corpo e esse relaxamento é o que possibilita uma boa noite de sono.

A meditação nos treina para ficarmos mais conscientes do momento presente. É possível que a sua mente continue inquieta até na hora de dormir, que é  justamente o momento que obrigamos nosso corpo a parar. Você pode fazer medições direcionadas ao relaxamento e tranquilização da mente. Com isso você receberá auxílio natural para descansar a mente ao mesmo tempo em que descansa o seu corpo.

Dormir bem é essencial pois:

✓ Diminui os níveis de estresse
✓ Proporciona clareza mental
✓ Melhora a memória
✓ Melhora o sistema imunológico
✓ Aumenta a sensação de bem-estar

Melhora o foco

Independente de quem somos ou do que façamos, o nosso desempenho e capacidade de aprender coisas novas dependem do foco. Um novo estudo feito pelo Journal of neuroscience mostrou que pessoas que praticam meditação regularmente melhoram o seu foco mental. Foi descoberto nesse estudo que a meditação não só modifica os padrões cerebrais, mas também confere vantagens no foco mental que podem melhorar o desempenho cognitivo.

Diminui os níveis de estresse

Sabemos que o estresse tem várias repercussões em nossa saúde. Muitos de nós já experimentamos, em algum momento, os efeitos do estresse, seja uma tensão nos músculos, aperto no peito, dores de cabeça, fadiga, insônia, náusea, tontura dentre outros.

Numerosos estudos demonstraram que a meditação é uma ferramenta eficaz para o controle do estresse, pois age reprogramando o cérebro e ternando-o capaz de lidar melhor com situações estressantes. Em vez de sermos apanhados em nosso estresse, a meditação nos ensina e nos tornarmos observadores de certos padrões mentais e, portanto, a ser menos afetados fisicamente por eles.

E é observando sua mente, através da meditação, que você aprenderá a reconhecer os pensamentos e memórias que te induzem ao estresse e aprenderá a dar um passo para trás, para se afastar deles e assim minimizar as nossas respostas físicas à ele.

Nos conecta com sentimentos elevados, como a compaixão 

Pela própria natureza da prática, a meditação cultiva uma mente mais gentil, mais generosa. A bondade é uma qualidade inata da mente e é prontamente acessível. É verdade. O simples ato de sentarmos e focarmos em nossa respiração, com objetivo de treinar a nossa mente para sermos mais bondosos, mais compreensíveis e menos críticos tem um efeito bastante positivo em nosso relacionamento com nós mesmos, com as pessoas e com o mundo ao nosso redor.

A bondade para com os outros começa com a vontade para consigo mesmo. Se não damos bondade incondicional e sem julgamento a nós mesmos em primeiro lugar, é mais difícil aplicarmos isso em nossos relacionamentos. Primeiro, devemos cultivar um senso de bondade para conosco, com a intenção de sermos mais gentis e mais tolerantes com os outros.
Um estudo realizado em 2013 pela Northeastern University demonstrou que a meditação tem um impacto positivo em nossa saúde mental e felicidade; e que ela melhora o senso de compaixão de seus praticantes.

Gera maior conexão com a nossa espiritualidade 

As coisas pelas quais você passa e o modo como responde às circunstâncias da sua vida têm muito a ver com o desdobramento da sua evolução espiritual. Por esse motivo, é importante pausar e refletir regularmente sobre eles.

A prática de meditação lhe dá o benefício de se voltar para a sua espiritualidade em busca de respostas, em vez de olhar para os outros.

Então, poder sentar-se e fazer uma meditação por apenas 15 minutos todos os dias pode fazer uma grande diferença em seu espírito, mente e corpo. Esta adição aparentemente mínima à sua rotina pode ter resultados muito profundos.

As pessoas que incorporam a meditação em sua vidas frequentemente relatam níveis elevados de felicidade, paciência, aceitação e compaixão depois de meditarem. Eles observam níveis mais baixos de estresse, frustração, depressão e dor. As pessoas que têm dificuldade de dormir dizem que experimentam um sono melhor. Outras relatam diminuição da ansiedade. Outras relatam melhora em suas relações sociais. Em resumo, a meditação tem potencial de melhorar a qualidade de vida psicológica, emocional e física das pessoas que as praticam regularmente.

A meditação não  tem a intenção intenção  nos impedir de pensar, mas de nos ajudar a produzir ordem dentro e em volta da nossa confusão. Relaxar as nossas mentes através da meditação, permite-nos limpar a tagarelice durante algum tempo e experimentar uma sensação renovada de energia. Isso, por sua vez, nos permite trazer identidade, clareza e liberdade para assumir o controle sobre nossas vidas e nos tornarmos mais saudáveis ​​e felizes.

×
Olá, tudo bem? Como posso lhe ajudar?

Pin It on Pinterest