Reflexologia podal nada mais é do que o estudo dos reflexos (reflexo + logia), atuando em pontos de pressão específicos dos pés que estão relacionadas a determinadas partes do corpo. Estes pontos, quando pressionados através de massagem, estimulam o cérebro a enviar mensagens para as glândulas dos órgãos correspondentes a estes pontos que, por sua vez, liberam hormônios que trarão benefícios, como o alívio de algum mal-estar ou na prevenção de doenças em regiões específicas do corpo humano, estimulando a circulação sanguínea e o sistema imunológico.

reflexologia

O sangue é o grande responsável por manter os nossos órgãos saudáveis, levando uma quantidade essencial de nutrientes para o seu bom funcionamento. Ao estimular a circulação sanguínea, permitimos que os órgãos recebam os nutrientes. Além do mais, a técnica da reflexologia aumenta a imunidade do corpo contra infecções, já que nosso sistema de vasos linfáticos também passa a ser estimulado. Isto significa, por exemplo, que para auxiliar no tratamento de uma gastrite não é necessário entrar em contato direto com o estômago, uma vez que pela massagem nos pontos de pressão a ação terapêutica agirá sobre a região afetada.

Para se ter uma ideia a reflexologia é utilizada como técnica para alívio de dores ou prevenção de doenças a aproximadamente 2.500 A.C. Já nesta época os egípcios demonstravam, por meio de pinturas arqueológicas, que utilizavam deste método para ter seu próprio bem-estar. Por sua vez, acredita-se que foram os budistas indianos que compreenderam esta técnica milenar dos egípcios e a levaram para a China, onde foi aperfeiçoada e, até hoje, é muito aplicada para a saúde mental e corporal.

 

Benefícios

Já conhecemos um pouco sobre a reflexologia e como ela age em nosso organismo a fim de auxiliar no tratamento de doenças e proporcionar benefícios a saúde. Agora vamos listar algumas dessas doenças em que a terapia da reflexologia pode atuar para o seu tratamento:

– Problemas digestivos e intestinais (azia, má digestão, gastrite, úlcera no estômago, diarréia e prisão de ventre).
– Enxaqueca
– Tontura
– Insônia
– Gordura no fígado
– Pedra na vesícula
– Gota
– Dores musculares e nas costas
– Sinusite
– Diversos tipos de infecções
– Doenças respiratórias (bronquite e asma)
– Câimbras
– Espasmos musculares
– Reumatismo
– Tendinite
– Estresse
– Outros

Indicações e contraindicações

Apesar dos inúmeros benefícios que a reflexologia podal promove, é preciso ficar muito atento às suas contraindicações para que o tratamento seja feito de maneira correta e não traga prejuízos para a saúde do cliente.

As contraindicações da reflexologia se aplicam em casos de pessoas com diabetes devido à estimulação sanguínea e liberação de toxinas promovidas pela terapia, que não são indicados para este tipo de cliente. Além destes, mulheres em gestação, pessoas com marcapasso, pessoas em processos de alergia na pele ou dermatite, pessoas que apresentam varizes expostas, trombose ou fraturas.

Importante!

A reflexologia, bem como todos os tratamentos terapêuticos, deve ser feita por um profissional devidamente qualificado para que o resultado final seja o desejado e que não traga danos à saúde do cliente. Logo, certifique sobre a capacitação do seu profissional, assim você poderá desfrutar dos benefícios que este tratamento pode lhe proporcionar com segurança.

Fonte: Ortojuf