Inteligência Emocional

Inteligência Emocional

Já imaginou como seria se nascêssemos e tudo desse certo desde o início? Nem um tombo ou arranhão, dinheiro, amor, sucesso, tudo pronto, na palma da nossa mão. É provável que você esteja pensando: seria ótimo. Sim, pode ser mesmo, mas deixaríamos de aprender, perderíamos diversas oportunidades de crescimento e desenvolvimento pessoal e profissional, isso porque, em momentos de satisfação, a tendência do ser humano é acomodar-se. Para Nietzsche, filósofo alemão do século XIX, momentos de dor e sofrimento eram o que de melhor poderiam acontecer a alguma pessoa. Pois, nestas situações, é que se processa o verdadeiro desenvolvimento pessoal, afinal, durante as fases de alegria, o ser humano passa o seu tempo aproveitando e não racionalizando sobre como melhorar.

Dessa forma, o caminho para o sucesso é traçado com todas as experiências que temos em nossas vidas, incluindo aquelas que não tiveram os resultados esperados. Na verdade, ao analisarmos o passado, mesmo que as vitórias tenham sido mais comemoradas, foi nas dificuldades que superamos os nossos limites e nos expandimos. Pensando nisso, podemos escolher se encaramos as pedras que estão no nosso caminho como obstáculos, os quais podemos vencer com estratégia, perseverança, resiliência, inteligência emocional, servindo como pavimento para o nosso caminho ou se serão muros que não nos deixam ver o outro lado.

Mas, de nada adianta conhecer os problemas se não formos realistas em relação a eles, ou seja, é preciso encarar e assumir para nós mesmos as nossas deficiências e o que podemos melhorar, sem forjar uma habilidade que você possivelmente ainda não tem, para superar ou contornar essas situações. Lembre-se de um pressuposto da Programação Neurolinguística: “Se uma pessoa pode fazer algo, você pode aprender a fazê-lo também”.

Segure a sua vida em suas mãos e responsabilize-se por ela, transforme-a. Descubra o que pode ser feito e está ao seu alcance e vá em frente, sem medo do primeiro passo. Aqui, destacamos mais um valioso pressuposto da Programação Neurolinguística: se o que você está fazendo não está funcionando, faça outra coisa.

A Inteligência Emocional é outra ferramenta importante para a obtenção de êxito na capacidade de lidar com seus sentimentos, não agindo apenas à luz das emoções, mas sim, respirar fundo e trazer a razão à tona. Existem técnicas que podem ajudar nessa direção, uma delas é olhar para a situação de fora, como se fosse um filme e você o espectador. A inteligência emocional ajuda a atravessar os momentos mais explosivos ou inseguros.

Evite a ansiedade, preocupe-se com o presente. Faça planos para o futuro, mas não deixe que isso atrapalhe a maneira com que você lida com os acontecimentos no agora. Aproveite o presente para construir o futuro que você deseja, sem jamais esquecer que a vida está acontecendo a cada instante.

Como são as suas atitudes? E as suas dificuldades? Em que momento aparecem na sua vida? Quais são os caminhos que você toma para superar esses problemas? Respondidas essas e outras questões, empregue energia em mudar aquilo que você perceber que não é positivo para a sua vida ou que acaba te desviando do seu foco. Lembre-se de outro importante pressuposto da PNL: as pessoas já possuem todos os recursos de que necessitam. Talvez, você precise apenas desenvolvê-los.

Autor: Gilberto Brant | Fonte: Site Administradores