(54) 9 9685-7950 [email protected]

Yoga, massagem, auriculoterapia, massoterapia, arteterapia, meditação são algumas das práticas oferecidas a pacientes que são atendidos na atenção básica, no estado

parana

As Práticas Integrativas e Complementares (PICS) disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) são ofertadas à população do Paraná. No estado, as práticas de medicina tradicional chinesa, terapia comunitária, dança circular, yoga, massagem, auriculoterapia, massoterapia, arteterapia, meditação, acupuntura, tratamento osteopático e reiki são as práticas oferecidas na Atenção Básica para o tratamento de usuários do SUS, em 165 municípios. Essas práticas são alguns dos tratamentos que utilizam recursos terapêuticos, baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para tratar e prevenir diversas doenças, como depressão e hipertensão. Em 2017, foram registrados mais de 37 mil atendimentos individuais no estado. 

As 29 práticas integrativas e complementares oferecidas no Sistema Único de Saúde são: ayurveda, homeopatia, medicina tradicional chinesa, medicina antroposófica, plantas medicinais/fitoterapia, arteterapia, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa, termalismo social/crenoterapia, yoga, apiterapia, aromoterapia, bioenergética, cromoterapia, constelação familiar, geoterapia, hipnoterapia, imposição de mãos, ozoniterapia e terapia de florais.

Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. Além disso, há crescente número de profissionais capacitados e habilitados e maior valorização dos conhecimentos tradicionais de onde se originam grande parte dessas práticas.

As terapias estão presentes em 9.350 estabelecimentos em 3.173 municípios brasileiros, sendo que 88% são oferecidas na Atenção Básica. Atualmente, a acupuntura é a mais difundida com 707 mil atendimentos e 277 mil consultas individuais. Em segundo lugar, estão as práticas de Medicina Tradicional Chinesa com 151 mil sessões, como taichi-chuan e liangong. Em seguida aparece a auriculoterapia com 142 mil procedimentos. Também foram registradas 35 mil sessões de yoga, 23 mil de dança circular/biodança e 23 mil de terapia comunitária, entre outras.

CONGRESSO

O Brasil é referência na área e para tratar desse assunto, o Ministério da Saúde promove entre os dias 12 e 15 de março o 1º Congresso Internacional de Práticas Integrativas e Saúde Pública (INTERCONGREPICS), e o 3º Congresso Internacional de Ayurveda. Os dois eventos são realizados no Rio de Janeiro, no Centro de Convenções Riocentro, com programação integrada e a presença de cerca de quatro mil pesquisadores do assunto.

O encontro promove debates com pesquisadores internacionais e do Brasil, e troca de experiências entre os profissionais, gestores e pesquisadores das diversas práticas integrativas. Mais de 900 trabalhos científicos, de todas as regiões do país e de outros países também, estão sendo apresentados no evento

IMPLANTAÇÃO

As práticas integrativas e complementares são ações de cuidado transversais e podem ser realizadas na atenção básica e na média e alta complexidade. Não existe uma adesão à PNPIC: a política traz diretrizes gerais para a incorporação das práticas nos serviços.  Compete ao gestor municipal elaborar normas para inserção da PNPIC na rede municipal de Saúde.

Na Atenção Básica, o pagamento é realizado pelo piso da atenção básica (PAB) fixo (per capita), ou por PAB variável, que corresponde ao pagamento por equipes de saúde da família, agentes comunitários e núcleos de saúde da família, ou ainda o programa de melhoria do acesso e da qualidade (PMAQ). Dessa forma, os procedimentos ofertados através da Portaria nº145/2017 estão dentro do financiamento do PAB e não geram recursos por produção.

A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), publicada em 2006, instituiu no Sistema Único de Saúde (SUS) abordagens de cuidado integral à população por meio de sistemas complexos e outras práticas que envolvem recursos terapêuticos diversos. Desde a sua implantação, o acesso dos usuários do SUS a essas práticas integrativas tem crescido exponencialmente.

Municípios que ofertam práticas integrativas no estado

PR Almirante Tamandaré
PR Altamira do Paraná
PR Antônio Olinto
PR Araucária
PR Bituruna
PR Bom Jesus do Sul
PR Cascavel
PR Cianorte
PR Colombo
PR Corbélia
PR Cruzeiro do Iguaçu
PR Curitiba
PR Fênix
PR Fernandes Pinheiro
PR Foz do Iguaçu
PR Guarapuava
PR Guaratuba
PR Ibiporã
PR Itambaracá
PR Jaguapitã
PR Jataizinho
PR Londrina
PR Mercedes
PR Nova Tebas
PR Palmas
PR Palotina
PR Paranavaí
PR Paula Freitas
PR Perobal
PR Ponta Grossa
PR Rio Negro
PR Santa Helena
PR São José dos Pinhais
PR São Mateus do Sul
PR Tamarana
PR Toledo
PR União da Vitória
PR AGUDOS DO SUL
PR ALTO PARANÁ
PR ANAHY
PR BALSA NOVA
PR BELA VISTA DA CAROBA
PR CAFEZAL DO SUL
PR CAMBÉ
PR CAMBIRA
PR CAMPINA DA LAGOA
PR CAMPO LARGO
PR CAMPO MAGRO
PR CÂNDIDO DE ABREU
PR CANDÓI
PR CORNÉLIO PROCÓPIO
PR ESPIGÃO ALTO DO IGUAÇU
PR FRANCISCO BELTRÃO
PR GUAIRAÇÁ
PR GUAPIRAMA
PR GUARANIAÇU
PR HONÓRIO SERPA
PR IMBAÚ
PR INDIANÓPOLIS
PR JARDIM OLINDA
PR JOAQUIM TÁVORA
PR LOBATO
PR MARILENA
PR MARQUINHO
PR MATINHOS
PR NOVA AMÉRICA DA COLINA
PR NOVA ESPERANÇA DO SUDOESTE
PR NOVA PRATA DO IGUAÇU
PR ORTIGUEIRA
PR PARANAGUÁ
PR PATO BRAGADO
PR PÉROLA D’OESTE
PR PINHAIS
PR PITANGA
PR PLANALTO
PR QUERÊNCIA DO NORTE
PR RESERVA DO IGUAÇU
PR RIO AZUL
PR RIO BOM
PR RONDON
PR SANTA ISABEL DO IVAÍ
PR SANTANA DO ITARARÉ
PR SANTO ANTÔNIO DA PLATINA
PR SÃO JERÔNIMO DA SERRA
PR SÃO JOSÉ DA BOA VISTA
PR SÃO MIGUEL DO IGUAÇU
PR SIQUEIRA CAMPOS
PR TEIXEIRA SOARES
PR UBIRATÃ
PR VITORINO
PR APUCARANA
PR BOA VISTA DA APARECIDA
PR CENTENÁRIO DO SUL
PR CONTENDA
PR CRUZ MACHADO
PR FAZENDA RIO GRANDE
PR GUARAQUEÇABA
PR KALORÉ
PR LUPIONÓPOLIS
PR MARILÂNDIA DO SUL
PR PAIÇANDU
PR PIRAQUARA
PR PITANGUEIRAS
PR PORECATU
PR ROLÂNDIA
PR SÃO MANOEL DO PARANÁ
PR TUPÃSSI
PR TURVO
PR ARAPOTI
PR ASSIS CHATEAUBRIAND
PR ASTORGA
PR BARRACÃO
PR BELA VISTA DO PARAÍSO
PR BOA ESPERANÇA DO IGUAÇU
PR BOA VENTURA DE SÃO ROQUE
PR BOM SUCESSO
PR CALIFÓRNIA
PR CAMPINA DO SIMÃO
PR CAMPO BONITO
PR CAPANEMA
PR CHOPINZINHO
PR CLEVELÂNDIA
PR COLORADO
PR CORONEL DOMINGOS SOARES
PR CRUZEIRO DO OESTE
PR ENTRE RIOS DO OESTE
PR FLORESTÓPOLIS
PR GENERAL CARNEIRO
PR GUAÍRA
PR IPORÃ
PR ITAIPULÂNDIA
PR ITAPERUÇU
PR IVATÉ
PR JANDAIA DO SUL
PR JESUÍTAS
PR LAPA
PR LARANJEIRAS DO SUL
PR LIDIANÓPOLIS
PR LOANDA
PR MALLET
PR MARMELEIRO
PR MATELÂNDIA
PR MEDIANEIRA
PR NOVA AURORA
PR NOVA ESPERANÇA
PR NOVA SANTA ROSA
PR PALMEIRA
PR PARAÍSO DO NORTE
PR PATO BRANCO
PR PEABIRU
PR PRUDENTÓPOLIS
PR QUATRO PONTES
PR SALGADO FILHO
PR SANTA IZABEL DO OESTE
PR SANTA MARIANA
PR SANTA TEREZINHA DE ITAIPU
PR SANTO ANTÔNIO DO SUDOESTE
PR SÃO JOÃO
PR SÃO JOÃO DO IVAÍ
PR SÃO JORGE D’OESTE
PR SÃO PEDRO DO IVAÍ
PR TERRA RICA
PR TIJUCAS DO SUL
PR UMUARAMA
PR VERA CRUZ DO OESTE
PR VERÊ

Fonte: Ministério da Saúde

Últimas Postagens

Accessibility

Pin It on Pinterest

× Posso ajudar?