Coach

O que um Coach pode fazer para Promover Mudança de Comportamento Duradoura

A motivação intrínseca e extrínseca é estudada desde 1970 – mais notavelmente, o professor Edward L. Deci – demonstra que, quando uma pessoa age em resposta à motivadores extrínsecos – a promessa de dinheiro, a ameaça de punição, o compromisso com um comportamento é de curta duração.

É por isso que quando o gato está fora, os ratos sobem na mesa. Ratos não querem mudar seu comportamento, mas eles o fazem quando os gatos estão presentes. No entanto, já que a mudança de comportamento foi instigada por uma força extrínseca, se o gato não está monitorando os ratos, os roedores fazem o que querem.

Mentalidade de Desenvolvimento

É possível desenvolver um autêntico compromisso no coaching executivo através apenas da força de vontade do seu coachee? Não.

Mas o que você pode fazer é promover uma mentalidade de desenvolvimento – ou seja, estar atento e reforçar novas mensagens cognitivas que irão ajudar o coachee combater a sua própria resistência à mudança.

Dr. Steven Berglas

Dr. Steven Berglas, psiquiatra, coach executivo e consultor empresarial com sede em Los Angeles, aponta mecanismos que usa na maioria das vezes para ajudar os novos clientes a iniciarem o processo de coaching com maiores chances de adotarem uma mudança de comportamento duradoura:

1. Ajude o seu coachee a perceber o que ele pode ganhar com isso!

A melhor maneira de reduzir a possibilidade de resistir ao feedback de performance no coach executivo é aprender a empregar a expressão latina “cui bono?” – Literalmente, “como um benefício para quem”.

Crie reflexões que ajudem seu coachee a identificar quais as oportunidades se descortinam para ele quando, admite suas fragilidades atuais. O que ele pode ganhar com isso? Quais são as oportunidades que ele vai acessar se considerar como ele é visto por outras pessoas?

2. Certifique-se de não está agindo como um incentivador que aplica teorias motivacionais baratas.

Muitos coaches sabem que podem construir bases de clientes lucrativos tratando seus coachees com uma abordagem motivacional que é inútil e muitas vezes acaba sendo vista pelo que é: Bálsamo para egos sub-desenvolvidos. Isso pode soar como bajulação, além de não produzir responsabilização nem comprometimento.

3. Ressalte a diferença entre a participação e compromisso.

Coaching não pode alterar os resultados de uma pessoa a menos ela esteja realmente comprometido com a sua mudança de comportamento.

Cultivar a sua habilidade de estabelecer uma conexão clara entre quais os comportamentos que seu cliente vem praticando e aquilo que ele vem obtendo como resultado atual é fundamental para ajudar o seu coachee a identificar claramente quais são as coisas que ele tem que fazer e quais são os hábitos que ele precisa abandonar ou substituir para avançar em direção aos resultados esperados por ele e pela empresa.

Ficar atento a estes mecanismos e fazer uma auto avaliação frequente da sua atuação contribui para que sua capacidade de entregar resultados cresça de forma sustentável ao longo do tempo.

Fonte: Master Coaching Executive

×
Olá, tudo bem? Como posso lhe ajudar?

Pin It on Pinterest